RECAJ nas escolas: promoção de cidadania e formas alternativas de resolução de conflitos no ambiente escolar

Adriana Goulart de Sena Orsini, Izabel Campos Ferreira, Juliana Castro Sander Morais, Lucas Jerônimo Ribeira da Silva

Resumo


O Programa RECAJ UFMG, originado em 2007, consiste em grupo de estudos, pesquisa e extensão acerca das formas de resolução de conflitos e do acesso à justiça. Orientado pela Professora Adjunta da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, Dra. Adriana Goulart de Sena Orsini, o RECAJ UFMG, composto por alunos e ex?alunos de graduação e pós? graduação, dedica suas atividades ao estudo e à difusão social dos diferentes métodos de solução de controvérsias, com destaque para as formas alternativas e pacíficas de resolução de conflitos. Ao longo de sua existência, o Programa já promoveu, dentre outros, seminários, pesquisas e uma cartilha didática em parceria com o Ministério da Educação intitulada “Formas de resolução de conflitos e acesso à justiça”.

Boaventura de Souza Santos (2004) considera ser inerente à universidade pública a função de estabelecer uma relação dialógica e mutuamente benéfica entre o meio acadêmico e comunidade em geral . Por meio da extensão universitária, o Programa RECAJ criou em 2011 o Projeto “RECAJ nas Escolas”, compreendendo ser possível e necessária a realização de parcerias autênticas entre as diferentes instituições de ensino ? públicas e privadas – nas quais se enseje relações dialógicas entre o ensino fundamental, médio e superior. O enfoque pluralista, interdisciplinar e construtivista do referido projeto, encontrou, nas obras pedagógico?educacionais de Paulo Freire, um importante norte teórico para o desenvolvimento dos trabalhos junto às crianças e aos adolescentes.


Palavras-chave


Resolução de conflitos. Acesso à justiça. Cidadania. Escolas. Bullying. Alteridade. Cultura da paz. Mediação escolar.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.