Programa de conscientização sobre controle de parasitoses em escolas municipais de ensino infantil de Araçatuba, SP

Talita Mariana Morata Raposo, Jaqueline Del Vale da Silva, Sílvia Helena Venturoli Perri, Caris Maroni Nunes, Carlos Noriyuki Kaneto, Katia Denise Saraiva Brescian

Resumo


Introdução: Na infância a criança possui maior facilidade de aprendizado e assimilação de informações. Particularmente nesta fase da vida, torna-se importante transmitir conhecimento a respeito da prevenção de enfermidades parasitárias sob o ponto de vista de saúde pública. Em relação as professoras, como educadoras, têm a responsabilidade de consolidar noções sobre o controle de parasitoses, particularmente as de potencial zoonótico. Objetivos: Conscientizar crianças e professores quanto os meios de profilaxia e controle de parasitoses. Métodos: Palestras de curta duração têm sido ministradas a alunos e professores de Escolas Municipais de Ensino Infantil (EMEI',s) de Araçatuba. O conteúdo condizente à leishmaniose foi exposto na forma de cartazes ilustrativos, contendo uma estória, já o assunto verminoses foi apresentado na forma de teatro de fantoches. Os temas abordados referem-se às principais enfermidades parasitárias de caráter zoonótico, como Toxoplasmose, Toxocaríase (Larva Migrans Visceral), Ancilostomatíase (Larva Migrans Cutânea) e a Leishmaniose, atingindo como público alvo alunos entre três e seis anos e seus respectivos professores. Resultados: Até o momento foram visitadas 17 das 30 instituições existentes na cidade, beneficiando 500 alunos e 25 professores, os quais têm mostrado bastante interesse durante as apresentações. Este projeto, em continuidade, foi iniciado em fevereiro de 2003 e será concluído em dezembro de 2007.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.