Os novos cenários e desafios do assentamento Dom José Gomes

Cristiane Tonezer, Maria Carolina Silveira, Teresinha Boufleuer, Andreza Letícia Tessaro

Resumo


Este trabalho pretende situar alguns aspectos da luta emancipatória do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) frente ao modelo de globalização hegemônico atual. Tem por objetivo dialogar e compreender o que tem levado os assentamentos rurais de Reforma Agrária a perderem seu senso de coletividade, considerando que o objetivo do MST é o trabalho na lógica comum. Metodologicamente se caracteriza como uma pesquisa intervenção. Analisou-se que mesmo no mundo rural tradicional, as perspectivas futuras tornam-se cada vez mais voltadas para “o mundo da cidade” e, além disso, existe uma racionalidade centrada no lucro, na competência, como forma de realização e “progresso”, que deixa de lado as vivências tradicionais de tempos-espaços rurais. Busca-se elencar a realidade do Assentamento Dom José Gomes, localizado na linha Água Amarela, interior do município de Chapecó (SC), mostrando os resultados e discussões a partir do que foi identificado via Programa de Apoio a Processos Participativo de Desenvolvimento Local (Papel).


Palavras-chave


Assentamento; MST; Coletividade; Espaços-tempos rurais

Texto completo:

PDF

Referências


BAREMBLITT, Gregório F. Compêndio de análise institucional e outras correntes: teoria e prática. 4. ed. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2002. 235 p.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Tempos e espaços nos mundos rurais do Brasil. RURIS, v. 1, n. 1, 2007.

CAMPAGNOLO, Luciane Luvizon; NOVAKOWSKI, Graciela Alvez de Borba. Fortalecimento da economia solidária no território oeste de Santa Catarina: intervenção no assentamento Dom José Gomes - Chapecó (SC). In: ENCONTRO DE ECONOMIA CATARINENSE, POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL, 9., 2015, Chapecó. Anais eletrônicos... Chapecó: Unochapecó, maio 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2016.

COOPTRASC – Cooperativa dos Trabalhadores da Reforma Agrária de Santa Catarina. Plano de Desenvolvimento do Assentamento Dom José Gomes. Chapecó: Incra; Cooptrasc, 2009.

GALVÃO, Andréia. Marxismo e movimentos sociais. Rev. Crítica Marxista, n. 32, p. 107-126, 2011.

ONGHERO, André Luiz. Ocupar, resistir, produzir: Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no Oeste catarinense e a construção da cidadania. Chapecó: CEOM/Unochapecó, 2015.

PAIVA, Raquel. O espírito comum Comunidade, mídia e globalismo. Petrópolis: Vozes, 1998.

PLANO de Desenvolvimento do Assentamento Dom José Gomes, Chapecó – Santa Catarina. Chapecó: Incra; Cooptrasc, 2009.

PEREIRA, Eliane et al. Epistemologias da terra e práticas educativas: estratégias do MST para uma luta emancipatória frente ao modelo de globalização hegemônico. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO E SEMINÁRIO DE ESTRATÉGIAS E AÇÕES MULTIDISCIPLINARES, 2014, Joaçaba. Anais... Joaçaba, v. 2, n. 1, p. 621-634, 2014.

POLI, Odilon. Leituras em movimentos sociais. 2. ed. rev. Chapecó: Argos, 2008.

RANCIÈRE, Jacques. O desentendimento: política e filosofia. Tradução de Ângela Leite Lopes. São Paulo: 34, 1996.

ROCHA, Marisa Lopes de; AGUIAR, Katia Faria de. Pesquisa-intervenção e a produção de novas análises. Rio de Janeiro: Psicologia Ciência e Profissão, 2003.

SAWAIA, Bader Burihan. As artimanhas da exclusão: análise psicossocial e ética da desigualdade social. Petrópolis: Vozes, 1999.

______. Comunidade: a apropriação científica de um conceito tão antigo quanto a humanidade. In: CAMPOS, Regina Helena de Freitas (Org.). Psicologia social comunitária: da solidariedade à autonomia. Petrópolis: Vozes, p. 35-53,1996.

SIGRA – Sistema Integrado de Gestão Rural da ATER. Retrato do Assentamento Dom José - Chapecó (SC). Apresentação em slides. Chapecó, 2015. Não publicado.

UNOCHAPECÓ – Universidade Comunitária da Região de Chapecó. Diagnóstico Assentamento Dom José Gomes. Chapecó: Unochapecó, 2015. 125 p. Não publicado.

______. Política de extensão universitária da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó). Resolução n. 053/Consun/2015. Chapecó: Unochapecó, 2015.

Disponível em:

Acesso em: 10 out. 2016.

ZANELLA, Andréa Vieira et al. Sobre ReXistências. Psicologia Política, v. 12, n. 24, p. 247-262, ago. 2012.




Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.