Ensino, Pesquisa, Extensão: 60 Anos da Saúde Pública da FOA/Unesp

Tania Adas Saliba, Lia Borges de Mattos Custodio, Nemre Adas Saliba, Suzely Adas Saliba Moimaz

Resumo


Práticas pedagógicas diversificadas são necessárias para uma educação transformadora centrada na condição humana, no desenvolvimento da compreensão, sensibilidade cultural e ética, privilegiando a construção de conhecimento de natureza transdisciplinar.  Objetivou-se, neste trabalho, verificar as atividades desenvolvidas pela área de Saúde Pública da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatuba – FOA/Unesp, desde a sua fundação em 1957 até o ano de 2017, relatando as experiências de ensino-aprendizagem, atividades de extensão, formação profissional e o impacto social. Trata-se de pesquisa histórica, descritiva, de análise documental, cuja consulta foi realizada nos arquivos da instituição. Foram verificados textos oficiais, relatórios, fotos, bancos de dados, documentos oficiais e produção bibliográfica. Dentre os principais programas e projetos, destacam-se: o Serviço Odontológico Rural (SOR), iniciativa pioneira no Brasil, iniciada nos anos de 1960, que proporcionou atendimento odontológico à população rural, de forma a promover a inclusão social de grupos negligenciados e a diversificar os cenários de aprendizagem, integrando a universidade à comunidade. Nos anos de 1970 o SOR foi ampliado para a zona urbana (Serviço Odontológico Urbano – SOU). Também foram realizadas campanhas sanitárias como a construção de filtro caseiro e poços e fossas sépticas, voltadas à zona rural da região. No mesmo período, foram realizadas campanhas de fluoretação das águas de abastecimento público em municípios da região noroeste paulista. Ainda nos anos de 1970, iniciou-se a “Campanha dos Bons Dentes”, que consistia na realização de palestras sobre saúde bucal no dia do “Cirurgião-dentista”. Esta ação se tornou o “Programa de Educação em Saúde Bucal”, desenvolvido permanentemente em escolas públicas do município de Araçatuba e região, realizando atividades de promoção e prevenção em saúde, beneficiando crianças de 0 a 6 anos. No campo da pesquisa, a Saúde Pública da FOA/Unesp foi referência na realização do 1º estudo de fluorose dentária publicado no Brasil, desenvolvido no município de Pereira Barreto. Nos últimos 24 anos, com a criação do Programa de Pós-graduação em Odontologia Preventiva e Social da FOA/Unesp, ocorreu um incremento significativo nas atividades de formação e pesquisa, com 83 mestres e 60 doutores formados e atuando em diversas Universidades Brasileiras, Institutos de Pesquisa e Órgãos Governamentais. No período entre 1990 e 2017, diversos projetos de extensão foram realizados, destacando-se os temas: atenção odontológica à gestante, ao idoso e a escolares; ginástica laboral; descarte dos resíduos sólidos nos serviços de saúde; infortúnios que acometem a saúde dos cirurgiões-dentistas; violência; e vigilância do flúor nas águas de abastecimento público em 40 municípios do noroeste paulista. Observou-se, ainda, a presença de capacitação profissional e formação de recursos humanos em saúde através de treinamentos, cursos e palestras, com destaque à formação de Agentes Comunitários, de Equipes do Programa de Saúde da Família e de Conselheiros de Saúde. Houve produção de material bibliográfico, como manuais de capacitação para o Programa de Saúde da Família, Conselheiro de saúde, Políticas de saúde e Odontologia para Gestantes. Conclui-se que, no período, a saúde pública desenvolveu múltiplos programas exitosos, com impacto positivo, fomentando a capacitação profissional e integrando a Universidade à comunidade. 


Palavras-chave


Educação em Odontologia. Odontologia em Saúde Pública. Saúde Pública

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, E. C. S.; VENDÚSCOLO, D. M. S.; MESTRINER JÚNIOR, W. A conformação da odontologia enquanto profissão: uma revisão bibliográfica. Rev. Bras. Odontol., Rio de Janeiro, v. 59, n. 6, p. 370-373, 2002.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES 3, de 19 de fevereiro de 2002. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Odontologia. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundação CAPES. Plataforma Sucupira. 2017. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Indissociabilidade ensino–pesquisa–extensão e a flexibilização curricular: uma visão da extensão. Brasília: MEC, 2006. 100 p.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Uma visão do campus avançado. Brasília: MEC, 1980. 79 p.

ELANGOVAN, S. et al. Indian dental education in the new millennium: challenges and opportunities. J. Dent. Educ., Washington, v. 74, n. 9, p. 1011–1016, Sep. 2010.

GARBIN, C. A. S. et al. The role of universities in the training of health professionals. Rev. ABENO, São Paulo, v. 6, n. 1, p. 6–10, 2006.

LIMA, D. P. et al. The importance of integration between university and health services. Rev. Ciênc. Ext., São Paulo, v. 6, n. 1, p. 129–137, 2010.

MOIMAZ, S. A. S.; SANTOS, L. F. P. Estudo longitudinal da fluoretação das águas em município com complexa rede de distribuição. Dez anos de estudo. Arch. Health Invest., Araçatuba, v. 4, n. 5, p. 11-16, 2015.

MOIMAZ, S. A. S. et al. Avaliação da percepção de acadêmicos de odontologia sobre a participação no Programa de Atenção Odontológica à Gestante da FOA-UNESP. Rev. Ciênc. Ext., São Paulo, v. 2, n. 2, p. 80–93, 2006.

MOIMAZ, S. A. S. et al. Teaching-learning practices based on real scenarios. Interface, Botucatu, v. 14, n. 32, p. 69–79, 2010.

MOIMAZ, S. A. S. et al. Resultados de dez anos do Programa de Atenção Odontológica à Gestante. Rev. Ciênc. Ext., São Paulo, v. 7, n. 1, p. 42–56, 2011.

MOIMAZ, S. A. S. et al. A experiência da Saúde Coletiva na formação profissional: retrato da extensão universitária. Rev. Ciênc. Ext., São Paulo, v. 9, n. 2, p. 152–166, 2013.

MORIN, E. Os setes saberes necessários à educação do futuro. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

PYLE, M. et al. The case for change in dental education. J. Dent. Educ., Washington, v. 70, n. 9, p. 921–924, Sep. 2006.

ROVIDA, T. A. S. et al. Contribuição do processo ensino-aprendizagem na qualificação de recursos humanos no cuidado da saúde bucal do idoso. Interagir, Rio de Janeiro, n. 22, p. 78–94, 2016.

SALIBA, N. A. et al. Integração ensino-serviço e impacto social em cinquenta anos de história da saúde pública na Faculdade de Odontologia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. RGO, Porto Alegre, v. 57, n. 4, p. 459–465, 2009a.

SALIBA, N. A. et al. Dentistry in Brazil: its history and current trends. J. Dent. Educ., Washington, v. 73, n. 2, p. 225–231, Feb. 2009b.

SANTOS, L. F. P. et al. As atividades profissionais dos egressos da Pós-Graduação em Odontologia na área de Saúde Coletiva. Rev. ABENO, São Paulo, v. 17, n. 3, p. 56–66, 2017a.

SANTOS, M. V. et al. Extensão universitária como campo de mudanças na formação em Saúde. Rev. Ciênc. Ext., São Paulo, v. 13, n. 2, p. 8–19, 2017b.

ZARONI, F. M. et al. Experiências de aprendizagem mais efetivas segundo acadêmicos de Odontologia. Rev. ABENO, São Paulo, v. 15, n. 3, p. 80–87, 2016.

ZHENG, J. W. et al. Current undergraduate and postgraduate dental education in China. J. Dent. Educ., Washington, v. 77, n. 1, p. 72–78, Jan. 2013.




Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.