Extensão rural na agricultura familiar: As características de uma família agrícola no município de Santana, Amapá, Brasil.

Ronaldo Oliveira dos Santos, Rubiene Neto Soares, Fernando Galvão Rabelo, Jadson Coelho de Abreu

Resumo


O estudo teve como objetivo analisar a realidade da agricultura familiar na perspectiva de uma família agrícola na comunidade tradicional da Ilha de Santana no município de Santana-AP, visando ampliar as informações no âmbito da discussão do papel da extensão rural para as comunidades rurais, bem como da importância da agricultura familiar dentro do contexto socioeconômico. Para este estudo, foi realizada visitas a uma família de agricultores rurais que trabalham com a produção de polpas. A metodologia de pesquisa foi qualitativa e os dados foram obtidos através de entrevistas semi-estruturadas com os produtores rurais da família para verificar a percepção destes sobre a extensão rural e sua importância, bem como registrar as dificuldades por eles enfrentadas para desenvolvimento da agricultura familiar no campo. Os principais resultados permitiram identificar que a família em questão não possui a assistência técnica de extensão rural (ATER), em virtude da falta de políticas públicas pelo poder público local e pela má gestão do atual presidente da cooperativada na Ilha de Santana. Foi observado que o modo produção é rudimentar, caracterizado por várias dificuldades desde cultivo passando pelo beneficiamento até o escoamento. De modo geral, foi possível observar que agricultura familiar ainda é tratada de maneira irrisória no estado do Amapá, sendo preciso que haja mais atuação por parte dos órgãos responsáveis por meio de políticas públicas que permitam o desenvolvimento da agricultura familiar para melhoria na qualidade de vida desses pequenos produtores rurais.

Palavras-chave


Desenvolvimento local. Agricultores familiares. ATER

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, M. C., ALVES, D. C. Cooperativismo e Agricultura Familiar: um estudo de caso. RAIMED - Revista de Administração IMED, 3(3), p. 194-208, 2013.

ÁVILA, M. The economics of agroforestry systems. In: SULLIVAN, G.M.; HUKE, S.M.; FOX, J.M. (ed.). Financial and Economic Analyses of Agroforestry Systems. Paia, Hawaii, 1992. p. 77-91.

FREITAS, A. F.; FREITAS, A. F.; DIAS, M. M. Mudanças conceituais de desenvolvimento rural e suas influências nas políticas públicas. In: Revista Administração Pública. vol. 6. nº. 46. p. 1575-97, nov./dez. Rio de Janeiro. 2012.

FREITAS, J. L. Sistemas agroflorestais e sua utilização como instrumento de uso da terra: O caso dos pequenos agricultores da ilha de Santana, Amapá, Brasil. 2008. 247 f. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias), Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém-PA. 2008.

G1 AMAPÁ. Ilha de Santana é um dos maiores produtores de polpa de frutas do Amapá. Disponível em: http://g1.globo.com/ap/amapa/bom-dia-amazonia/videos/v/ilha-de-santana-e-um-dos-maiores-produtores-de-polpa-de-frutas-do-amapa/3803804/ . Publicado em: 02/12/2014 as 05h36min. Acessado em: 11 de abril de 2017.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999. 206 p.

GUILHOTO, J. J. M.; AZZONI, C. R.; ICHIHARA, S. M. A participação da agricultura familiar no PIB do Nordeste. Fortaleza, Banco do Nordeste do Brasil, 2012, 208 p.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). 2016. Censo demográfico do Amapá. IBGE, Macapá. Disponível em: http://cidades.ibge.gov.br/ xtras/perfil.php?codmun=1600602010 .

KAGEYAMA, A. Desenvolvimento Rural: conceito e medida. In: Cadernos de Ciência e Tecnologia. vol. 21. nº 3. p.379-408. Brasília-DF, 2004.

KITAMURA, P. C. Amazônia e o desenvolvimento sustentável. Brasília, DF: EMBRAPA-SPI, 1994, 182p.

LIMA, I. S. A participação como estratégia no contexto da transição de uma nova prática da extensão rural para o desenvolvimento local. Unirevista, São Leopoldo, v. 1, n. 3, p.1-9, 2006.

MATTA, V. M.; FREIRE-JÚNIOR, M.; CABRAL, L. M. C.; FURTADO, A. A. L. Polpa de fruta congelada. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2005. 35p.

PADILHA, W.; MEDEIROS, M. C. As mudanças recentes no credito rural e a dinâmica regional da agricultura brasileira. In: Anais do XVI Encontro Nacional de Geógrafos: crise, práxis e autonomia: espaços de resistências e de esperanças. Porto Alegre-RS, 2010.

SILVA, R. B. L. e; FREITAS, J. L.; SANTOS, J. U. M. dos; SOUTO, R. N. P. Caracterização agroecológica e socioeconômica dos moradores da comunidade quilombola do Curiaú, Macapá-AP, Brasil. Biota Amazônia, Macapá, v. 3, n. 3, p. 113-138, 2013.

SIMOES, G. Ater. Disponivel em:.http://geraldosimoes1330.com.br/docs/Ater.pdf . Acessado em: 16/08/2015.

TEIXEIRA, J. C. Modernização da agricultura no Brasil: Impactos econômicos, sociais e ambientais. Revista Eletrônica da Associação dos Geógrafos Brasileiros, v. 2, n. 2, 2005.

TOLENTINO R. V.; GOMES, A. Processamento de vegetais: frutas/polpa congelada. Manual técnico, 12. Programa Rio Rural. Niterói – RJ, p. 24, 2009.




Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.