Câncer de colo uterino: detecção precoce e ações educativas com mulheres universitárias

Rodrigo Covre Vieira, Jaqueline de Sá Lima Heninng, Camila Carla da Silva Costa, Benedito Antônio Pinheiro dos Prazeres, Josinaide Quaresma Trindade, Rafaella do Nascimento Ferreira, Edna Aoba Yassui Ishikawa, Mihoko Yamamoto Tsutsumi, Maisa Silva de Sousa

Resumo


Objetivo: O Câncer do Colo do Útero (CCU) é o tipo de câncer mais frequente entre mulheres da região Norte do Brasil. A realização periódica do exame preventivo de Papanicolaou permite a identificação de lesões precursoras do câncer, onde as taxas de cura podem ser de até 100%. O presente estudo teve como objetivo promover ações preventivas para o CCU entre estudantes de Universidade pública em Belém, Pará, Brasil, a partir do exame preventivo de Papanicolaou, teste de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) para o papilomavírus humano (HPV) e orientação quanto aos fatores de risco associados à infecção viral. Métodos: Foi realizado um estudo descritivo que incluiu 329 universitárias provenientes de demanda espontânea nos anos de 2013 e 2014. As estudantes responderam a um questionário sócio-epidemiológico e em seguida foi realizada a coleta do material cérvico-vaginal para análise citológica e de PCR. Resultados: O perfil das participantes do estudo foi de mulheres com idade igual ou inferior a 25 anos (n=202; 61,3%), não fumantes (n=327; 99%), solteiras (n=298; 90%) e com múltiplos parceiros sexuais (n=199; 60,4%). As alterações citológicas foram observadas em 12,8% (n=42) das amostras das estudantes avaliadas e a infecção por HPV em 25,8% (n=85). Os resultados com alterações citológicas onde a presença do DNA viral foi confirmada a partir da PCR foram mais frequentes entre as mulheres mais jovens. As Lesões Intraepiteliais Escamosas de Baixo Grau e Alto Grau (LSIL/HSIL), a idade da menarca e a paridade demonstraram associação estatisticamente significante com a infecção por HPV. Conclusão: A atividade de extensão obteve ampla participação por parte das universitárias de Belém, demonstrando que estas estão conscientes quanto à necessidade da realização periódica do exame de Papanicolaou para a prevenção do CCU. Os elevados percentuais de alterações citológicas e de infecções por HPV observados no estudo reforçam a importância da extensão universitária na prevenção do câncer em nossa região.


Palavras-chave


Câncer do Colo do Útero. Exame de Papanicolaou. Papilomavírus humano. Extensão universitária.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.