Oficinas pedagógicas: reflexões emergentes da formação docente e vivência extensiohista

Alison Diego Leajanski, Viviane Aparecida Bagio, Denise Puglia Zanon

Resumo


 

OFICINAS PEDAGÓGICAS: REFLEXÕES EMERGENTES DA FORMAÇÃO DOCENTE E VIVÊNCIA EXTENSIONISTA

Na vivência extensionista aqui relatada, desenvolvemos oficinas pedagógicas nas aulas de Geografia em uma classe de 7º ano da Educação Básica. Esse trabalho dedicou-se a evidenciar elementos reflexivos relacionados à formação docente. Como pressupostos teóricos apresentamos uma reflexão sobre a formação de professores e da extensão universitária, além das noções de aprendizagem e planejamento didático, optando pelas oficinas pedagógicas. Metodologicamente, a pesquisa é de cunho qualitativo do tipo exploratória, a qual revelou três categorias predominantes nas narrativas analisadas: organização e planejamento didático da oficina; aula ativa e aprendizagem significativa; contribuição do projeto na formação docente. Os resultados indicaram que ao adotarmos  a estratégia  didática: oficinas  pedagógicas possibilitam  a organização  diferenciada  da aula, em diferentes  momentos, com  fundamento  no enfoque ativo do processo  ensino-aprendizagem, favorecendo  a aprendizagem significativa e contextualizada, não apenas para os alunos da escola básica, como também para os professores envolvidos. À guisa de conclusão, destacamos que o uso de metodologias diversas em suas aulas para trabalhar os conteúdos, pode contribuir para que os estudantes se interessem mais pelas aulas. As oficinas pedagógicas oportunizam o desenvolvimento de diferentes habilidades que os alunos possuem, além de que estes participem ativamente do processo de ensino-aprendizagem.


Palavras-chave


Extensão universitária; Formação de professores; Planejamento didático; Oficinas pedagógicas

Texto completo:

PDF

Referências


AFONSO, M. L. M. Oficinas em dinâmica de grupo: um método de intervenção psicossocial. Belo Horizonte: Campo Social, 2002. 172 p.

ALTHAUS, M. T. M.; BAGIO, V. A.; ZANON, D. P. Didática pra que te quero? Algumas provocações pedagógicas para a docência universitária. In: ZANON, D. P.; BAGIO, V. A.; ALTHAUS, M. T. M. (Orgs.). Didática na docência universitária em saúde: metodologias ativas e avaliação. Curitiba: Appris, 2018. p. 17-24.

ANASTASIOU, L. das G. C.; ALVES, L. P. Estratégias de Ensinagem. In: ______. (Orgs.). Processos de ensinagem na universidade. Joinville: UNIVILLE, 2006, p. 67-100.

CUNHA, M. I. da. Conta-me agora! As narrativas como alternativas pedagógicas na pesquisa e no ensino. Revista da Faculdade de Educação, São Paulo, v. 23, n. 1, p. 185-195, jan./dez. 1997.

CUNHA, M. I. da. Relação ensino e pesquisa. In: VEIGA, I. P. A. (Org). Didática: o ensino e suas relações. 10. ed. Campinas: Papirus, 1996. p. 115-126.

FARIAS, I. M. S. de. Didática e docência: aprendendo a profissão. Brasília: LiberLivro, 2011.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

HAYDT, R. C. C. Curso de Didática Geral. 8. ed. São Paulo: Ática, 2006.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

JEZINE, E. As Práticas Curriculares e a Extensão Universitária. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 2., 2004, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: UFMG, 2004. p. 1-6.

MANCHUR, J.; SURIANI, A. L. A.; CUNHA, M. C. da. A contribuição de projetos de extensão na formação profissional de graduandos de licenciatura. Revista Conexão UEPG, Ponta Grossa, v. 9, n. 2, p. 334-341, jul./dez. 2013.

MARCELO GARCÍA, C. Desenvolvimento Profissional Docente: passado e futuro. Revista Sísifo Revista Ciências da Educação, Lisboa, Universidade de Lisboa, n. 8, jan./abr. 2009.

MARCELO GARCÍA, C. Formação de Professores: Para uma mudança educativa. Portugal: Porto, 1999.

MARCOZZI, A. M.; DORNELLES, L. W.; SÁ REGO, M. V. Ensinando a criança: um guia para o professor. 3. ed. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1976.

MIZUKAMI, M. da. G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.

MOITA, F. M. G. da S. C.; ANDRADE, F. C. B. de. O saber de mão em mão: a oficina pedagógica como dispositivo para a formação docente e a construção do conhecimento na escola pública. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 29., 2006, Caxambu. Anais eletrônicos... Caxambu: ANPED, 2006. Disponível em: . Acesso em: 23 dez. 2018.

MOITA, F. M. G. da S. C.; ANDRADE, F. C. B. Ensino-pesquisa-extensão: um exercício de indissociabilidade na pós-graduação. Revista Brasileira de Educação v. 14 n. 41 maio/ago. 2009. p. 269-393.

OLIVEIRA, R. M. M. A. Narrativas: contribuições para a formação de professores, para as práticas pedagógicas e para a pesquisa em educação. Revista Educação Pública. Cuiabá, v. 20, n. 43, maio/ago. 2011. p. 289-305.

PAVIANI, N. M. S.; FONTANA, N. M. Oficinas pedagógicas: relato de uma experiência. Conjectura, Caxias do Sul, v. 14, n. 2, p. 77-88, maio/ago. 2009.

REIS, P. R. As narrativas na formação de professores e na investigação em educação. Nuances: estudos sobre Educação. Presidente Prudente, SP, ano XIV, v. 15, n. 16, p. 17-34, jan./dez. 2008. p. 17-34.

SANT’ANNA, I. M.; MENEGOLLA, M. Didática: aprender a ensinar. 10. ed. São Paulo: Loyola, 2013.

SAVIANI, D. Escola e democracia. 42. ed. Campinas: Autores Associados, 2012.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 13. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

VIEIRA, E.; VALQUIND, L. Oficinas de Ensino: O quê? Por quê? Como?. 4º ed. Porto Alegre. EDIPUCRS, 2002.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.




Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária e Cultura - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.