Percepção dos discentes de Medicina Veterinária (UFRRJ) sobre a equoterapia

Iury Uzêda da Rocha, Amanda Gonçalves Delgado, Camila Ferreira da Silva, Andreza Amaral da Silva, Anna Paula Balesdent Barreira, Valéria Marques de Oliveira, Tiago Marques dos Santos

Resumo


O Centro de Formação Interdisciplinar em Equoterapia (CFIE) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) é formado por uma equipe multidisciplinar que desenvolve desde 2014 atividades de ensino, pesquisa e extensão na esfera da Equoterapia. A equipe é composta por Médicos Veterinários, Zootecnistas, Psicólogos, Educadores Físicos e Arquitetos. Essa oportunidade de inserção profissional do Médico Veterinário ainda é pouco difundida e divulgada, sobretudo entre os estudantes e profissionais da área. O presente estudo tem por objetivo avaliar o conhecimento e a percepção de discentes do curso de Medicina Veterinária da UFRRJ sobre Equoterapia. Para tal foi aplicado um questionário em 252 alunos contendo questões que avaliavam o perfil pessoal e o conhecimento sobre Equoterapia. Verificou-se que os discentes de Medicina Veterinária da UFRRJ são maioria mulheres e já receberam informações sobre Equoterapia. Em sua ótica a principal finalidade dessa atividade é terapêutica e a maioria acredita ser indicada a autistas, pessoas com deficiência e portadores de Síndrome de Down. A maioria dos entrevistados reconhece que o emprego da Equoterapia traz benefícios aos praticantes, sabe que existe o CFIE no campus da UFRRJ e enxerga essa prática como uma oportunidade profissional. Contudo, limita a atuação do Médico Veterinário na equipe multidisciplinar à manutenção da sanidade dos cavalos. Conclui-se que os estudantes de Medicina Veterinária da UFRRJ têm algum conhecimento sobre Equoterapia, mas a informação sobre a finalidade e aplicabilidade dessa prática ainda é rasa entre os discentes. As atividades do CFIE são conhecidas na comunidade universitária e os discentes admitem a Equoterapia como oportunidade de atuação profissional, sem, contudo, conhecer de fato as competências desenvolvidas pelo Médico Veterinário no contexto da atividade.


Palavras-chave


Terapia Assistida por Animais. Equinos. Medicina Veterinária. Inserção Profissional.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDE-BRASIL. Associação Nacional De Equoterapia. Curso básico de equoterapia. Brasília - DF. 2004.

ANDE-BRASIL. Associação Nacional de Equoterapia. Curso básico em extensão em equoterapia. Resumos. ANDE-Brasil: Brasília, 1999.

ARLAQUE, P. et al. Psicologia na equoterapia: uma experiência em equipe transdisciplinar. Boletim Informativo da Associação Nacional de Equoterapia, n.2, v.6, p.1-3, 1997.

AYRES, M.; AYRES JÚNIOR, M.; AYRES, D.L.; SANTOS, A.A. BIOESTAT 5.0. Aplicações estatísticas nas áreas das ciências biológicas e médicas. Belém: IDSM, 2007. 364p.

AZEVEDO, R. H. M. Equoterapia: Terapia e método de inclusão social, e os benefícios da alteração na lei que regulamenta a Equoterapia no Brasil. In: Evento de Iniciação Científica, 2., 2015, Unibrasil. Anais... Curitiba: [s.n.], 2015. p. 85-85. v. 1.

BITAR, A.C.N.; MACEDO, K.C.C.; FRANCISCO, M.L.; BRENTEGANI, T.R. Os benefícios da Equoterapia para o desenvolvimento cognitivo e linguagem nos portadores de paralisia cerebral. Revista da Associação Nacional de Equoterapia, Brasília, ano 6, n. 9, p. 6-10, dez. 2004

BRASIL. Ministério da Educação. IBGE (Org.). Em 2014, 58,5% dos estudantes de 18 e 24 anos estavam na faculdade. 2015. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2018.

CABERLON, C.F.; NUNES, A.P.; BAGGIO,M L.; SCHUSTER, R.C. Percepção dos pais de crianças com paralisia cerebral quanto ao tratamento de equoterapia. In: 4º Congresso de Brasileiro de Fisioterapia Neurofuncional, 4., 2016, Associação Brasileira de Fisioterapia Neurofuncional, Anais... Recife, PE, 2016.

CAETANO, E. C. S. As contribuições da TAA –Terapia Assistida por Animais à psicologia. 2010. 42 f. monografia (graduação) - Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, 2010.

CHAVES, L.O.; ALMEIDA, R.J. Os benefícios da equoterapia em crianças com Síndrome de Down. Revista Brasileira de Ciência e Movimento.26(2):153-159, 2018.

CIRILLO, L. de C. Equoterapia, hipoterapia e equitação terapêutica. Equoterapia, Brasília- DF: Associação Nacional de Equoterapia, v. 1, n. 1, p. 7-10, set. 1998.

CRUZ, R.A.S. Equoterapia: método terapêutico eficiente para o controle postural. Revista Uniara, Londrina, v. 1, n. 2, out./dez. 2002.

DOTTI, J. Terapia & Animais. 1. ed. São Paulo: Noética, 2005. 234p.

DUARTE, L.P.; LEAL, J.A.; HELWIG, J.M.; BLANCO, G.S.; DIAS, S.L.A. Revisão bibliográfica dos benefícios que Equoterapia proporciona a pacientes com Transtorno do Espectro Autista. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v. 2, n. 4, p. 2466-2477, 2019.

DUARTE, E.; BARBOSA, W.; MONTENEGRO, S. Contribuições da Equoterapia para o Desenvolvimento Integral da Criança Autista. Trabalho de conclusão de curso de Pedagogia do Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco; 2017.

FIOROTTI, K.P.; ROSSONI, R.R.; MIRANDA, A.E. Perfil do Estudante de Medicina da Universidade Federal do Espírito Santo. Revista Brasileira de Educação Médica, Espírito Santo, v. 3, n. 34, p.355-362, 05 nov. 2009.

FLÔRES, L. N. Os benefícios da interação homem animal e o papel do médico veterinário. 2009. 34 p. monografia (graduação) - Universidade Federal Rural do Semi-Arido, Porto Alegre, 2009.

FREITAS, S.L.R.; ABREU, M.P.; MESQUITA, G.R.I.; JAIME, V.S.; GORDO, J.M.L.; DA SILVA, L.A.F. Diferenças entre os gêneros na assistência técnica e extensão rural realizada por médicos veterinários: paradigma ou preconceito. Revista Ceres, Viçosa, v. 61, n.1, p. 001-008, 2014.

GOMES, E. K. P. Guia de orientações básicas sobre bem-estar animal para centros de equoterapia. 2019. 58 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Curso de Medicina Veterinária, Campus Universitário de Belém, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2019.

LAURITSEN. J.M. (Ed.) EpiData Data Entry. Data Management and basic Statistical Analysis System. Odense Denmark, EpiData Association, 2000-2008. http://www.epidata.dk.

LEVIN, J. Estatística Aplicada a Ciências Humanas. 2. ed. São Paulo: Harbra, 1987. 408 p.

LOBO, J. F. A. Análise conformacional dos equinos utilizados na Equoterapia do Centro de Reabilitação e Readaptação Doutor Henrique Santilho, Goiânia, Goiás. monografia (mestrado) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 72f. 2016.

MAJEWSKI, R. L.; DE OLIVEIRA, D. S. Equoterapia – a importância da avaliação do equino como instrumento terapêutico. Revista Vivências. v. 16, n. 30, p. 233-246, 2020.

MANZOLIN, T.; RISKALA, F. Equoterapia na recuperação da coordenação motora, equilíbrio e apoio plantar, no paciente hemiparético por sequelas de germinoma de pineal. Revista Equoterapia, [S.l.], v. 12, p. 16-21, jan. 2005.

PERANZONI, V. C.; COSTA, L. P. D.; VIEIRA, F. R.; ANTUNES, V. S. Equoterapia: parceria easa e Unicruz. Cataventos v. 5, N. 01, 2013.

RIBEIRO, F. O.; PIMENTEL, G. C.; MORAES, N. O. P.; BLOIS, L. V. S. Os efeitos da equoterapia em crianças com autismo. Fisioterapia Brasil. Vol. 20 Issue 5, p684-691, 2019.

RIGBY, B.R.; GRANDJEAN P.W. The Efficacy of Equine-Assisted Activities and Therapies on Improving Physical Function. Journal of Alternative and Complementary Medicine. 22:9-24, 2016.

SANCHES, S. M. N.; VASCONCELOS, L. A. P. Equoterapia na reabilitação da meningoencefalocele: estudo de caso. Fisioterapia e Pesquisa, São Paulo, v. 17, n. 4, p. 358-361, dez. 2010. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2018.

SANTOS, M. I. F. B. dos, & KOHNLEIN, J. T. C. O ingressante no ensino superior: análise psicopedagógica. Unoesc & Ciência - ACHS, 9(1), 71-80, 2018.

SEVERO, J. T. Equoterapia - Equitação, Saúde e Educação. 1. ed. São Paulo: Senac, 363 p., 2010.

SCHMITT, JF. Terapia assistida por animais e pessoas com transtorno do espectro autista: uma revisão. [tese]. Curitiba (PR): Universidade de Tuiuti do Paraná; 2015.

SIMON, Y. A. O Cavalo: Animal Mediador do Desenvolvimento da pessoa: sua função recreativa, de lazer e esportiva. Revista Cheval Connexion. [S.l.], 1990.

SILVA, C. N.; ARRUDA, A. C.; KELLERMANN, M.; PERANZONI, V. C.; COSTA; DIAS, L.P. Centro de equoterapia da escola de aperfeiçoamento de sargentos das armas em parceria com a universidade de cruz alta: projetos de equoterapia e cinoterapia. Cataventos, v.10, n.1, p. 178-189, 2018.

SILVA, M. C. A percepção das mães de crianças atendidas em equoterapia. 2006. 204 f. dissertação (mestrado em Psicologia) - Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS, 2006.

SILVA, J.M. Terapia Assistida por animais. 2011. 39 f. monografia (graduação) - Universidade Federal de Campina Grande, Patos, 2011.




Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária e Cultura - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.