Promoção de hábitos alimentares saudáveis para crianças da educação infantil

Hildeni Govêia Cardoso Alves, Wanata de Oliveira Ferreira, William Rodrigues de Freitas, Grasiely Faccin Borges, Ayla Campanha Ramos

Resumo


A educação alimentar infantil é um dos grandes desafios da contemporaneidade, visto que as crianças estão cada vez mais propensas a hábitos alimentares não saudáveis, devido à ingestão de alimentos ricos em gorduras e açúcares. Este artigo tem por objetivo relatar a experiência de uma intervenção, implementada em escola de Educação Infantil, em Teixeira de Freitas – BA, visando a promoção da saúde, através da realização de ações de incentivo a alimentação adequada e saudável, contribuindo para melhor qualidade de vida das crianças e indiretamente de seus familiares. Para tanto foi realizado um estudo das políticas públicas de promoção de saúde alimentar, referenciais da educação, onde trata do cuidar e de propostas de educação alimentar e nutricional. No espaço escolar foi realizado um diagnóstico de todo trabalho desenvolvido pela equipe pedagógica e aplicado duas entrevistas com professores e crianças a fim de diagnosticar as ações de promoção da saúde que a escola já desenvolve. Por fim foi elaborado e implementado um jogo gráfico-manual, voltado para crianças de quatro e cinco anos, intitulado “Trilha alimentar”, abrangendo a criatividade de forma a atrair as crianças com o intuito de incentivá-las a uma alimentação adequada para uma infância saudável e indiretamente também dos seus familiares. Com a análise da experiência permitiu detectar que a escola mesmo não conhecendo diretamente a Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS) e outras políticas públicas, trabalha com práticas educativas alimentar nutricional de forma efetiva, estabelecendo parcerias com as famílias e comunidade, inclusive com os órgãos e profissionais de saúde, no entanto mesmo que parte dessas crianças consumam frutas e verduras, e estejam sendo orientadas na escola, ainda prevalece à preferência por alimentos ricos em gorduras e açúcares. Foi possível também, verificar a disposição e interesse dos envolvidos em saber sobre práticas alimentares saudáveis assim como fazer uso do jogo para melhor aprendizagem.


Palavras-chave


Dieta saudável; Promoção da saúde; Educação alimentar e nutricional.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Parâmetros Curriculares Nacionais: temas transversais. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Ministério Da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil, 1998. V.1

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Mo692 Módulo 10: Alimentação e nutrição no Brasil l. Maria de Lourdes Carlos Rodrigues [et al.]. Brasília: Universidade de Brasília, 2009.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Marco de referência de educação alimentar e nutricional para as políticas públicas. Brasília, DF, 2012.

BRASIL. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Resolução/CD/FNDE no. 26, de 17 de julho de 2013. Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE. Brasília: Ministério da Educação; 2013.

CRUZ, C. DA S.; SILVA, C. H. DA, Obesidade infantil: análise sobre a produção científica brasileira no Scielo. XVI Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (XVI ENANCIB), 2015, Dissertação (Pesquisa), Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.

RAMOS, F. P.; SANTOS, L. A. S.; REIS, A. B. C. Educação alimentar e nutricional em escolares: uma revisão de literatura. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro - RJ, vol. 29, n. 11, p. 2147-2161, nov., 2013.

RODRIGUES, V. M.; FIATES, G. M. R. Hábitos alimentares e comportamento de consumo infantil: influência da renda familiar e do hábito de assistir à televisão, Revista de nutrição, Campinas, v. 25, n. 3, p. 353-362, 2012.

SAFANELLI, A. I. A. Alimentação saudável na Educação Infantil. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis - SC Artigo (Especialização em educação infantil) 2012.

SILVA, A. C. B., SILVA, M. C. C. B. DA. Ações educativas em políticas públicas de alimentação. Percurso Acadêmico, Belo Horizonte, v. 6, n. 11, jan./jun. 2016.

TEIXEIRA, A. L. S. A relação do cuidar e educar através da alimentação saudável na educação infantil. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.




Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária e Cultura - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.