Condicionamento fisiológico de sementes de chicória com Ascophyllum nodosum

Amanda Ferraz, Vanessa Neumann Silva, André Luiz Radunz

Resumo


Sementes de chicória podem apresentar baixo potencial germinativo, o que traz problemas ao olericultor. Sendo assim, procedimentos que possam promover a melhoria do potencial da semente, como o condicionamento fisiológico, necessita ser estudado. O objetivo deste trabalho foi verificar efeitos do condicionamento fisiológico das sementes de chicória com bioestimulante de Ascophyllum nodosum na germinação e produção de mudas. O experimento foi conduzido em delineamento experimental inteiramente casualizado, com esquema fatorial 2 x 4 (cultivares e doses). Foram utilizadas sementes de chicória das cultivares Lisa e Crespa, e as doses de 0, 5, 10 e 20 mL de bioestimulante kg-1 de sementes. Inicialmente foram realizadas curvas de embebição para definição da duração do condicionamento. Posteriormente, as sementes foram condicionadas e submetidas as seguintes avaliações: porcentagem e velocidade de germinação, comprimento de plântulas em laboratório, porcentagem e velocidade de emergência de plântulas, altura de mudas, número de folhas e comprimento de raízes em casa de vegetação. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância e à análise de regressão (doses) e teste de Tukey (cultivares). A germinação de sementes de chicória aumenta linearmente com o aumento de doses de Ascophyllum nodosum via condicionamento de sementes. O condicionamento de sementes de chicória com Ascophyllum nodosum contribui na fase inicial de produção de mudas, com incrementos na porcentagem de emergência de plantas aos sete dias após a semeadura, assim como na velocidade de emergência, porém, esse efeito não persiste posteriormente. A reposta ao condicionamento de sementes de chicória com Ascophyllum nodosum é variável em função da cultivar utilizada.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32929/2446-8355.2019v28n2p215-226

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Cultura Agronômica: Revista de Ciências Agronômicas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Cultura Agronômica
Ilha Solteira - SP
E-ISSN 2446-8355
E-mail: rca.feis@unesp.br
    
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.