Tecnologia de manejo integrado de pragas em citros no convênio CEMIP/UNESP – Coopercitrus

Wilson Carlos Pazini, Luís Alberto Fabiano, Agostinho Mário Bóggio, Antonio Carlos Busoli

Resumo


Introdução: Uma forma de atingir a comunidade paulista de citricultores carentes de informações, com a tecnologia gerada na UNESP, é através de convênios e/ou parcerias com a iniciativa privada. Assim, pode-se levar técnicas que priorizam a mão de obra qualificada, para isso treinando-a, não só com conceitos teóricos, mas na prática cotidiana em seu próprio ambiente de trabalho. Para tanto, o Centro de Manejo Integrado de Pragas –CEMIP/UNESP e a COOPERCITRUS –Cooperativa dos Cafeicultores Citricultores de São Paulo- estabeleceram um convênio com a finalidade de levar aos pequenos citricultores técnicas de manejo integrado de pragas (MIP), que visam diminuir o impacto ambiental causado pelo uso de agrotóxicos. Objetivos: Implantação e desenvolvimento de MIP-citros a fim de treinar os citricultores a melhorar a relação custo/benefício, quando comparado com o controle convencional regional de pragas. Material e Métodos: O trabalho foi realizado nos anos agrícolas 1995/96, 1996/97 e 1997/98, nos municípios de Barretos, Bebedouro, Catanduva, Itápolis, Limeira, Matão, Monte Alto, Monte Azul Paulista, Olímpia, Pirassununga, São José do Rio Preto, Taquaritinga e Viradouro...

Texto Completo: PDF

Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.