Articulação entre pesquisa, ensino e extensão: um desafio que permanece

José Fernando Andrade Costa

Resumo


O princípio constitucional da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão revela-se um permanente desafio no cotidiano das universidades brasileiras. Observa-se uma tendência crescente de valorização da produtividade acadêmica nos âmbitos de pesquisa e inovação, em detrimento da integração entre universidade e comunidade. Os esforços dispendidos para alterar este cenário costumam esbarrar em problemas tanto no nível estrutural como no nível das microrrelações cotidianas. O objetivo deste artigo é discutir os desafios da articulação entre pesquisa, ensino e extensão na Universidade pública, a partir do relato de ações em Psicologia Social e Direitos Humanos. Tais ações compreendem pesquisa de mestrado e disciplina de graduação da Universidade de São Paulo desenvolvidas no bairro Jaguaré, entre os anos de 2014 e 2016. Os resultados revelam desafios para a inserção e permanência de ações extensionistas na comunidade ligados a fatores tais como: temporalidades, institucionalidades, financiamento, negociações e interesses de distintos atores envolvidos. Conclui-se que o potencial de articulação entre pesquisa, ensino e extensão na universidade coexiste com as dificuldades de efetivar o princípio da indissociabilidade e que um caminho possível para transformar esse cenário é observar com atenção os desafios presentes no cotidiano.

Palavras-chave


Extensão Universitária. Psicologia Social. Comunidade. Ação Pública. Direitos Humanos.

Texto completo:

PDF

Referências


CORRÊA, E. J. Extensão universitária, política institucional e inclusão social. Revista Brasileira de Extensão Universitária, vol.1, n.1, pp. 12-15, jul-dez, 2003. Disponível em: < https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RBEU/article/view/864 >. Acesso em: 31 mar. 2018.

COSTA, F. B. Homens invisíveis – relatos de uma humilhação social. São Paulo, Editora Globo, 2004.

COSTA, J. F. A. Cidadania, Reconhecimento e Proteção Social: um estudo sobre serviços socioassistenciais na cidade de São Paulo. Dissertação de mestrado. Instituto de Psicologia. Universidade de São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-08022017-100738/pt-br.php >. Acesso em: 31 mar. 2018.

COSTA, J. F. A. Análise de Políticas Públicas para além do Estado: um estudo sobre a ação pública de assistência social no município de São Paulo. [resumo] In: Anais do XIX Encontro Nacional da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO): Democracia participativa, Estado e laicidade: Psicologia Social e enfrentamentos em tempos de exceção. Cadernos de Resumos. Pp.152-153. Abrapso Editora, 2017. Disponível em < http://www.encontro2017.abrapso.org.br/download/download?ID_DOWNLOAD=4 >. Acesso em: 31 mar. 2018.

GALEÃO-SILVA, L. G.; GONZALEZ, L.; ALVES, M. A. Comunidade e reconhecimento nas relações econômicas. Cadernos de Psicologia Social e do Trabalho, n.15, v.2, p. 189-203, 2012. Disponível em: < http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-37172012000200003&lng=pt&nrm=iso >. Acesso em: 31 mar. 2018.

MACHADO, A. M.; AZEVEDO, L. A. A atividade de extensão universitária, o Jardim São Remo e uma Instituição Educacional – desafios na criação de um campo comum de trabalho. Revista Cultura e Extensão USP, n.13, p.85-95, maio, 2015. DOI: < http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9060.v13i0p85-95 >. Acesso em: 31 mar. 2018.

POZZI, D. H. B. Revista de Cultura e Extensão Universitária: Forma e Abrangência. Revista Cultura e Extensão USP, n.10, pp.21-24, novembro, 2013. DOI: < http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9060.v10i0p21-24 >. Acesso em: 31 mar. 2018.

SPINK, P. K. O pesquisador conversador no cotidiano. Revista Psicologia & Sociedade, n.20, (número especial), p. 70-77, 2008. DOI: < http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822008000400010 >. Acesso em: 31 mar. 2018.




Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.