Intervenção extensionista: consumo de alimentos mais saudáveis para crianças

Jaqueline Machado Soares, Jéssica Micheletti, Izabella Renatta Almeida de Carvalho, Camila Jordão Candido, Elisvânia Freitas dos Santos, Daiana Novello

Resumo


A presente ação extensionista teve o objetivo de promover um consumo de alimentos mais saudáveis para crianças em fase escolar. Para isso, foram elaborados alfajores com adição de diferentes teores de farinha da polpa de jabuticaba (FJ) para avaliar sua aceitabilidade sensorial. Além disso, foi determinada a composição físico-química da formulação padrão e daquela contendo maior teor de FJ e com aceitação sensorial semelhante ao produto padrão. Foram desenvolvidas as seguintes formulações de alfajores: F1: padrão (0% de FJ) e as demais adicionadas de 20% (F2), 34% (F3), 48% (F4) e 62% (F5) de FJ. Participaram da avaliação sensorial 65 provadores não treinados, de ambos os gêneros, com idade entre 7 e 10 anos. Para os atributos de aparência, aroma e cor não houve diferença significativa (p>0,05) entre as formulações. Já para o sabor foram observadas maiores notas em F1, F2 e F3 (p<0,05), em relação à F4 e F5. Maiores notas para F1 e F2, comparadas à F4 e F5 e para F1, F2 e F3 em relação à F4 e F5 foram verificadas para a textura. Na avaliação da aceitação global e da intenção de compra, houve maior aceitabilidade (p<0,05) para F1 em relação à F4 e F5 e para F2 e F3 comparadas à F5. Maiores teores de cinzas, carboidratos e fibras (p<0,05) e menores de umidade, proteínas e lipídios foram constatados em F3 comparada à F1. Conclui-se que um nível de adição de até 34% de FJ em alfajores foi bem aceito pelos consumidores infantis, obtendo-se aceitação sensorial semelhante ao produto padrão e com boas expectativas de comercialização.

 


Palavras-chave


Análise sensorial. Jabuticaba. Alfajores.

Texto completo:

PDF

Referências


ABE, L.T.; LAJOLO, F.M.; GENOVESE, M.I. Potential dietary sources of ellagic acid and other antioxidants among fruits consumed in Brazil: Jabuticaba (Myrciariajaboticaba (Vell.) Berg).Journal of the Science of Food and Agriculture, Oxford, v. 92, n. 8, p. 1679-1687, 2011.

ALEZANDRO, M.R.; DUBÉ, P.; DESJARDINS, Y.; LAJOLO, F.M.; GENOVESE, M. I. Comparative study of chemical and phenolic compositions of two species of jaboticaba: Myrciaria jaboticaba (Vell.) Berg and Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg. Food Research International, Essex, v. 54, n. 1, p. 468-477, 2013.

APPELT, P.; DA CUNHA, M.A.A.; GUERRA, A.P.; KALINKE, C.; DE LIMA, V.A. Development and characterization of cereal bars made with flour of jabuticaba peel and okara. Acta Scientiarum. Technology, Maringá, v. 37, n. 1, p. 117, 2015.

ASCHERI, D.P.R.; ASCHERI, J.L.R.; DE CARVALHO, C.W.P. Caracterização da farinha de bagaço de jabuticaba e propriedades funcionais dos extrusados. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 26, n. 4, p. 897-905, 2006.

ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTRY (AOAC). Official methods of analysis of AOAC international. 20. ed. Gaithersburg (MD): AOAC, 2016. 3172p.

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. RDC n. 54, de 12 de novembro de 2012, aprova regulamento técnico sobre Informação Nutricional. 2012. Disponível em: . Acesso em: 13 mar. 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Resolução CNNPA nº 12, de 1978, aprova o regulamento técnico para biscoitos e bolachas. 1978. Disponível em: . Acesso em: 13 mar. 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Resolução nº 263, de 22 de setembro de 2005, aprova o regulamento técnico para produtos de cereais, amidos, farinhas e farelos. 2005. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/1ae52c0047457a718702d73fbc4c6735/RDC _263_2005.pdf?MOD=AJPERES. Acesso em: 13 mar. 2017.

CAUVAIN, S.P.; YOUNG, L. Fabricación de pan. Zaragoza (ES): Editora Acribia, 2002. 446 p.

CAVALLERA, M.J. Cadenas alimentarias: Alfajores. Buenos Aires (BA): Alimentos Argentinos, 2008. 3p.

CORKINS, M.R.; DANIELS, S.R.; FERRANTI, S.D.; GOLDEN, N.H.; KIM, J.H.; MAGGE, S.N.; SHWARZENBERG, S.J. Nutrition in Children and Adolescents. Medical Clinics of North America, Philadelphia, v. 100, n. 6, p. 1217-1235, 2016.

CROZIER, A.; JAGANATH, I.B.; CLIFFORD, M.N. Dietary phenolics: chemistry, bioavailability and effects on health. Natural Product Reports, London, v. 26, n. 8, p. 1001-1043, 2009.

DIETARY REFERENCE INTAKES (DRI). Dietary reference intakes for energy, carbohydrate, fiber, fat, fatty acids, cholesterol, protein, and amino acids (macronutrients). Washington (DC): The National Academies Press, 2005.

DUTCOSKY, S.D. Análise sensorial de alimentos. 4.ed. Curitiba (PR): Champagnat; 2013. 531 p.

FERREIRA, A.E.; FERREIRA, B.S.; LAGES, M.M.B., RODRIGUES, V.A.F.; THÉ, P.M.P.; PINTO, N.A.V.D. Produção, caracterização e utilização da farinha de casca de jabuticaba em biscoitos tipo cookie. Alimentos e Nutrição, Araraquara, v. 23, n. 4, p. 603-607, 2012.

GÁMBARO, A.; GIMENEZ, A.; VARELA, P.; GARITTA, L.; HOUGH, G. Sensory shelf‐life estimation of alfajor by survival analysis. Journal of Sensory Studies, Medford, v. 19, n. 6, p. 500-509, 2014.

GURAK, P.D.; DE BONA, G.S.; TESSARO, I.C.; MARCZAK, L.D.F. Jaboticaba pomace powder obtained as a co-product of juice extraction: A comparative study of powder obtained from peel and whole fruit. Food Research International, Essex, v. 62, n.1, p. 786-792, 2014.

INADA, K.O.P.; OLIVEIRA, A.A.; REVORÊDO, T.B.; MARTINS, A.B.N.; LACERDA, E.C.Q.; FREIRE, A.S.; BRAZ, B.F.; SANTELLI, R.E.; TORRES, A.G.; PERRONE, D. MONTEIRO, M.C. Screening of the chemical composition and occurring antioxidants in jabuticaba (Myrciariajaboticaba) and jussara (Euterpeedulis) fruits and their fractions. Journal of Functional Foods, Saint-Jean, v. 17, n.1, p. 422-433, 2015.

LIMA, A.D.J.B.; CORRÊA, A.D.; ALVES, A.P.C.; ABREU, C.M.P.; DANTAS-BARROS, A.M. Caracterização química do fruto jabuticaba (Myrciaria cauliflora Berg) e de suas frações. Archivos Latinoamericanos de Nutricion, Caracas, v. 58, n. 4, p. 416-421, 2008.

MENNELLA, J.A.; BOBOWSKI, N.K. The sweetness and bitterness of childhood: Insights from basic research on taste preferences. Physiology & Behavior, Elmsford, v. 152, n.1, p. 502-507, 2015.

MERRILL, A.L.; WATT,B.K. Energy values of foods: basis and derivation. Washington (DC): United States Department of Agriculture Handbook, 1973. 109p.

PADILHA, T.; BASSO, C. Biscoitos com resíduo de manga, maracujá e jabuticaba Disciplinarum Scientia, Santa Maria, v. 16, n. 1, p. 79-88, 2015.

PEREIRA, E.P.R.; FARIA, J.A.F.; CAVALCANTI, R.N.; GARCIA, R.K.A.; SILVA, R.; ESMERINO, E.A.; CAPPATO, L.P.; ARELLANO, D.B; RAICES, R.S.L.; SILVA, M.C.; PADILHA, M.C.; MEIRELES, M.A.; BOLINI, H.M.A.; CRUZ, A.G. Oxidative stress in probiotic Petit Suisse: Is the jabuticaba skin extract a potential option?. Food Research International, Essex, v. 81, n. 1, p. 149-156, 2016.

SARKISYAN, V.; BESSONOV, V.; KOCHETKOVA, A. Raw materials analysis and quality control. In: BAGCHI, Debasis; NAIR, Sreejayan (Ed.). Developing New Functional Food and Nutraceutical Products. London (UK): Academic Press, 2016.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA (SBP). Departamento Científico de Nutrologia. Manual de orientação para alimentação do lactente, do pré-escolar, do escolar, do adolescente e na escola. 3 ed. Rio de Janeiro (RJ): SBP, 2012. 148 p.

TABELA BRASILEIRA DE COMPOSIÇÃO DE ALIMENTOS (TACO). Tabela brasileira de composição de alimentos. 4. ed. Campinas (SP): NEPA-UNICAMP, 2011. 161p.

TEIXEIRA, E.; MEINERT, E.; BARBETTA, P.A. Análise sensorial dos alimentos. Florianópolis (SC): UFSC, 1987. 182p.

UNITED STATES DEPARTMENT OF AGRICULTURE (USDA). Agricultural Research Service. Branded Food Products Database. 2017. Available from: https://ndb.nal.usda.gov/ndb/foods/show/147722?fgcd=&manu=&lfacet=&format=&count=&max=50&offset=&sort=default&order=asc&qlookup=alfajor&ds=&qt=&qp=&qa=&qn=&q=&ing=. Acesso em 21 jan. 2017.

WU, S.B.; LONG, C.; KENNELLY, E.J. Phytochemistry and health benefits of jaboticaba, an emerging fruit crop from Brazil. Food Research International, Essex, v. 54, n. 1, p. 148-159, 2013.

ZAGO, M.F.C.; CALIARI, M.; SOARES JÚNIOR, M.S.; CAMPOS, M.R.H.; BATISTA, J.E.R. Jabuticaba peel in the production of cookies for school food: technological and sensory aspects. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 39, n. 6, p. 624-633, 2015.




Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.