Software de acesso biométrico para sistema de moeda social virtual

André Bairros Peres, Victor Hugo Carlquist da Silva, Adriano Santiago da Silva

Resumo


Atualmente em todo mundo existem vários clubes de trocas onde grupos de pessoas trocam entre si produtos e serviços de forma recíproca e amigável. Para que se mantenham as características do grupo e as trocas sejam realizadas dentro dele, com há a possibilidade de inserção de uma moeda local sem a finalidade de obtenção de lucros por terceiros. Partindo deste princípio e visando facilitar este sistema de valorização de produtos e serviços para comunidades mais carentes, neste projeto foi desenvolvido um software de acesso biométrico de fácil usabilidade e baixo custo de recursos computacionais para implantação e gerenciamento de um sistema de moeda social virtual voltado principalmente às comunidades locais com a finalidade de proporcionar a inclusão social e o desenvolvimento regional. O desenvolvimento de um sistema computacional biométrico, mediante controle de acesso por validação de reconhecimento facial, torna mais rápido e menos onerosa a implantação de um sistema de moeda local tendo em vista que não há a necessidade de impressão de cédulas ou cartões magnéticos que podem se tornar mais onerosos e nem sempre são fáceis de obter. Com o software desenvolvido, os testes iniciais mostraram resultados positivos, pois além da segurança do acesso ao sistema o produto exige equipamentos de custo acessível a qualquer comerciante e/ou comunidade que almeje criar um sistema de moeda social.


Palavras-chave


Inclusão; Comunidade; Trocas

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.