O saber sexual na adolescência

Bianca Gonçalves Silva Torquato, Mariana Silva Oliveira, Lívia Ferreira Oliveira, Manoela Lelis de Carvalho Leitão, Camila Lourencini Cavellani, Vicente de Paula Antunes Teixeira, Mara Lúcia da Fonseca Ferraz

Resumo


Objetivo: investigar o conhecimento dos estudantes do ensino fundamental a respeito das doenças sexualmente transmissíveis (DST) e a prevenção da gravidez indesejada, antes e depois do desenvolvimento de oficinas de trabalho. Métodos: trata-se de uma atividade de extensão na qual foram realizados encontros semanais com 25 adolescentes ingressos no ensino fundamental em uma escola pública, no município de Uberaba-MG. Foi aplicado um questionário para avaliação dos conhecimentos dos alunos no primeiro (pré-teste) e no último (pós-teste) dia de realização das atividades, no intuito de comparar a eficácia das oficinas de trabalho. Resultados: O uso de oficinas em sala de aula com adolescentes, nos permitiu realizar uma intervenção psicológica. Diante das atividades lúdicas propostas e com a aplicação de um pré e pós-teste, foi possível perceber um crescimento intelectual e pessoal desses adolescentes. Conclusão:a aplicação do questionário possibilitou comprovar a eficácia das oficinas realizadas, uma vez que as questões respondidas de forma incorreta no momento do pré-teste, apresentaram um melhor resultado no pós-teste. Portanto, a comparação dos dois questionários revela uma absorção das informações e esclarecimento das dúvidas ao término das atividades realizadas.

 


Palavras-chave


Adolescentes; Sexualidade; Doenças Sexualmente Transmissíveis

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.