Neurotrauma: prevenção realizada pelo Núcleo de Estudos Acadêmicos em Neurocirurgia

Marcos André Araújo Accioly Filho, Karen Lopes Cunha, Luciano Martins Costa, Lucas Lourenço de Oliveira, Karoline Tabosa Santos Silveira Moraes, José Arnaldo Motta de Arruda

Resumo


O Traumatismo Crânio-encefálico (TCE) é a principal causa de morbidade e de mortalidade em adultos jovens nos países ocidentais. No Brasil, anualmente, aproximadamente 500 mil pessoas necessitam de cuidados hospitalares devido a ocorrência de TCE, destas, 15% a 20% morrem no decorrer de poucas horas após o trauma, enquanto outros 15% desenvolvem perda irreversível de alguma função neurológica. Dentre as principais causas de TCE estão os acidentes automobilísticos. Desta forma o Núcleo de Estudos Acadêmicos em Neurocirurgia (NEAN), projeto de extensão da Universidade Federal do Ceará, em parceria com a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) e com o DETRAN realiza campanhas visando a redução nos índices de acidentes de trânsito.

As campanhas realizadas foram divididas em duas frentes de atuação: A prevenção no adulto, visando intervir no trânsito e a prevenção pediátrica, visando correção de comportamento dos pais e diminuição da prevalência da síndrome do bebê sacudido. A primeira ocorreu anualmente, durante a semana nacional do trânsito, a partir de blitz educativa em locais de alto fluxo de pessoas e de veículos e, por meio de busca ativa dos transeuntes por nossos integrantes, no qual foi feita explanação acerca da epidemiologia nacional e local das lesões neurológicas adquiridas em acidentes de trânsito a partir do uso de materiais informativos e lúdicos capazes de esclarecer questões importantes relacionadas ao tema. A segunda, foi realizada em paralelo a primeira utilizando-se das blitz educativas e de uma estrutura montada no local para esclarecer a população acerca deste tema.

Os resultados obtidos são correlacionados com o neurotrauma de forma que possibilite um melhor planejamento de intervenção futuro. Houve uma provável subnotificação do número de condutores dirigindo alcoolizado, tendo como base os dados do CONTRAN que aproximadamente 65% dos acidentes automobilísticos são causados por condutor sob uso de álcool, além disso, o uso do cinto de segurança foi superestimado. Outros fatores mutáveis e imutáveis relacionados aos indivíduos têm relação com os índices de traumatismo e com sua gravidade, como escolaridade, idade e sexo. Por fim, além de gerar subsídio estatístico para elaboração de propostas governamentais, visamos a realização de outras análises por grupos com mesma proposta extensionista.


Palavras-chave


Extensão; Prevenção; Traumatismo; Neurológico; Intervenção

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
Revista Ciência em Extensão by Pró-Reitoria de Extensão Universitária - UNESP - Brasil is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at ojs.unesp.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/about/editorialPolicies#custom0.