Performance of upland rice cultivars on cerrado soil

Rodrigo Ribeiro Fidelis, Leila Paula Tonello, Taynar Coelho de Oliveira Tavares, Kleycianne Ribeiro Marques, Sérgio Alves de Sousa, Roberto Antonio Savelli Martinez

Resumo


The rice is a grain which belongs to the Poaceae family. It is produced in two ecosystems wich are the floodplain and the uplands. It is used as part of the daily diet of diferent populations. There is a growing demand for rice consumption around the world. That cereal has great socioeconomic importance. The State of Tocantins has a great productive potential. Therefore, the aim of the study was to evaluate the productive performance of upland rice cultivars in five years of evaluation in the cerrado of the southern state part of Tocantins. The experiments were conducted on the field at the Chaparral Farm and on the Experimental Station of the Federal University of Tocantins in the years of 2007/2008, 2008/2009, 2009/2010, 2010/2011 and 2011/2012. The experimental design was a randomized blocks with four replications in a 4 x 5 factorial scheme, consisting of four genotypes and five years. The evaluated characteristics were number of days to flowering, plant height, weight of hundred grains and grain yield. It was concluded that the 2007/08 crop year was where the cultivars presented the highest grain yields ranging from 2729 to 1716 kg ha-1. The cultivars BRS-Bonança, BRS-Primavera and BRSMG-Conai reached the best averages of grain production on the five years of cultivation. Those cultivars can be indicated for use in the region. It is suggested that more studies have to be carry out on different planting periods for upland rice in Tocantins.

Texto completo:

PDF

Referências


ARF, O.; RODRIGUES, R. A. F.; SÁ, M. E.; CRUSCIOL, C. A. C. Resposta de cultivares de arroz de sequeiro ao preparo do solo e à irrigação por aspersão. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 36, n. 6, p.871-879, 2001.

BANCO DE DADOS METEORÓLOGICOS PARA ENSINO E PESQUISA - BDMEP.. Banco de dados. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2015.

CANCELLIER, E. L.; BARROS, H. B.; KISCHEL, E.; GONZAGA, L. A. M.; BRANDÃO, D. R.; FIDELIS, R. R. Eficiência agrônomica no uso de nitrogênio mineral por cultivares de arroz de terras altas. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v. 6, n. 4, p.650-656, 2011.

CARGNIN, A.; SOUZA, M. A.; PIMENTEL, A. J. B.; FOGAÇA, C. M. Interação genótipos e ambientes e implicações na adaptabilidade e estabilidade de arroz sequeiro. Revista Brasileira Agrociência, Pelotas, v. 14, n. 3-4, p.49-57, 2008.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB. Acompanhamento de safra brasileira: grãos. quinto levantamento.. Brasília: Conab, 2013. 36 p. Disponível em: . Acesso em: 08 fev. 2013.

COSTA, N. H. A. D.; SERAPHIN, J. C.; ZIMMERMANN, F. J. P. Novo método de classificação de coeficientes de variação para a cultura do arroz de terras altas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 37, n. 3, p.243-249, 2002.

CRUSCIOL, C. A. C.; ARF, O.; SORATTO, R. P.; ANDREOTTI, M. Produtividade do arroz de terras altas sob condições de sequeiro e irrigado por aspersão em função do espaçamento entre fileiras. Agronomia, Rio de Janeiro, v. 37, n. 1, p.10-15, 2003.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 2 ed. Brasília: EMBRAPA / Centro Nacional de Pesquisa de Solos, 2006. 306 p.

FERREIRA. D. F. SISVAR: um programa para análises e ensino de estatística. Revista Symposium, Lavras, v. 6, n. 2, p.36–41, 2008.

FORNASIERI FILHO, D.; FORNASIERI, J. L. Manual da cultura do arroz. Local: Jaboticabal: FUNEP, 2006. 589 p.

GUIMARÃES, C. M.; STONE, L. F.; NEVES, P. C. F. Eficiência produtiva de cultivares de arroz com divergência fenotípica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 12, n. 5, p.465–470, 2008.

GUIMARÃES, C. M.; SANTOS, A. B.; MAGALHÃES JÚNIOR, A. M.; STONE, L. F. Sistemas de cultivo. In.: SANTOS, A. B.; STONE, L. F.; VIEIRA, N. R. A. A Cultura do Arroz no Brasil. 2.ed. rev. ampl. Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão, 2006. cap. 3, p. 257-288.

HEINEMANN, A. B. Caracterização dos padrões de estresse hídrico para a cultura do arroz (ciclo curto e médio) no estado de Goiás e suas consequências para o melhoramento genético. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 34, n. 1, p.29-36, 2010.

KÖPPEN, W. Climatologia: con un estúdio de los climas de la terra. México: Fondo de Cultura Económica, 1948. 479 p.

MELO. L. C.; MELO. P. G. S.; FARIA. L. C.; DIAZ. J. L. C.; PELOSO. M. J. D.; RAVA. C. A.; COSTA. J. G. C. Interação com ambientes e estabilidade de genótipos de feijoeiro-comum na Região Centro-Sul do Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n. 5, p.715-723, 2007.

MORAIS, L. K.; SILVA, R. M.; CHIORATO, A. F.; AZZINI, L. E.; VILLELA, O. V.; GALLO, P. B.; SAKAI, M.; BASTOS, C. R.; MALAVOLTA, V. M. A. Adaptabilidade e estabilidade fenotípica de genótipos de arroz irrigado para o Estado de São Paulo. Revista Biociências, Pelotas, v. 14, n. 1, p.9-16, 2008.

NUNES, T. V.; ADORIAN, G. C.; TERRA, T. G. R.; LEAL, T. C. A. B.; SANTOS, A. C.; RAMOS, P. S. Aspectos produtivos de linhagens de arroz de terras altas sob déficit hídrico. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v. 7, n. 1, p.51-57, 2012.

PIRES, L. P. M.; PELUZIO, J. M.; CANCELLIER, L. L.; RIBEIRO, G. R.; COLOMBO, G. A.; AFFÉRRI, F. S. Desempenho de genótipos de soja. cultivados na região centro-sul do estado do Tocantins. safra 2009/2010. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 28, n. 2, p.214-223, 2012.

SILVA, E. A.; SORATTO, R. P.; ADRIANO, E.; BISCARO, G. A. Avaliação de cultivares de arroz de Terras Altas sob condições de sequeiro em Cassilândia. MS. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, n. 1, p.298-304, 2009.

SOUZA, M. A.; MORAIS, O. P.; HERÁN, R. E. C.; CARGNIN, A.; PIMENTEL, A. J. B. Progresso genético do melhoramento de arroz de terras altas no período de 1950 a 2001. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n. 3, p.371-376, 2007.

RIBEIRO, A. C.; GUIMARAES, P. T.; ALVAREZ, V. H. Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais. 5a Aproximação. Viçosa: Editora: UFV-, 1999. 359 p.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia vegetal. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009. 820 p.

TERRA, T. G. R.; LEAL, T. C. A. B.; BORÉM, A.; RANGEL, P. H. N. Tolerância de linhagens de arroz de terras altas à seca. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 43, n. 2, p.201-208, 2013.

TONELLO, L. P.; SILVA, J.; RAMOS, D. P.; SOUZA, S. A.; FIDELIS, R. R. Eficiência do uso de fósforo em genótipos de arroz cultivados em solos de terras altas. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Pombal, v. 7, n. 2, p.25-32, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cultura Agronômica: Revista de Ciências Agronômicas



Cultura Agronômica
Ilha Solteira - SP
E-ISSN 2446-8355
E-mail: rca.feis@unesp.br
    
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.