Crescimento de mudas de seringueira (Hevea brasiliensis) em diferentes tipos de substratos e recipientes

Jociela Gomes Neres Miranda, Manoel Euzébio de Souza, Ana Heloisa Maia

Resumo


A seringueira (Hevea brasiliensis) originária da Amazônia tem como principal finalidade a produção de borracha para a fabricação de pneumáticos e diversos produtos importantes à sociedade. Devido a sua rusticidade, esta espécie se adapta a diferentes regiões brasileiras. Um dos aspectos importantes para o estabelecimento dos cultivos comerciais de seringueira envolve a qualidade de mudas, sendo o substrato aliado ao tamanho do recipiente um dos principais fatores para o desenvolvimento satisfatório da muda.  Neste contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar o desenvolvimento de mudas de seringueira cultivadas em diferentes substratos e tamanhos de recipientes. Os substratos utilizados foram Carolina Padrão comercial (testemunha); esterco bovino + bagaço de cana (1:1); húmus + bagaço de cana (1:1) e húmus e os recipientes foram sacos plásticos de polietileno nas dimensões de 25 x 35 cm, 18 x 32 cm e 20 x 30 cm, com delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados (DBC) em esquema fatorial 3x4, sendo os fatores analisados três recipientes (sacos plásticos com diferentes dimensões), quatro tipos de substratos e um clone de seringueira, com cinco repetições. A partir dos resultados obtidos no presente trabalho pode-se concluir que o substrato comercial é o mais indicado para o desenvolvimento inicial de mudas de seringueira, nas condições do experimento. O mesmo combinado ao recipiente (saco de polietileno tamanho 20 x 30 cm) permitiu um maior comprimento de raízes, influenciando o estabelecimento de plântulas em condições de viveiro.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32929/2446-8355.2018v27n4p482-492

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cultura Agronômica: Revista de Ciências Agronômicas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Cultura Agronômica
Ilha Solteira - SP
E-ISSN 2446-8355
E-mail: rca.feis@unesp.br
    
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.