ANALISE DOS VINHOS ORGÂNICOS BRASILEIROS: POSICIONAMENTO E PERSPECTIVAS ATUAIS E FUTURAS

Paulo Hayashi Junior

Resumo


O lançamento de novos produtos é sempre uma preocupação para as empresas, principalmente em termos de recepção do mercado e das possíveis reações dos concorrentes. Todavia, dentro deste contexto, produtos orgânicos vêm recebendo atenção especial por parte dos consumidores. O presente estudo tem como objetivo compreender o posicionamento estratégico de dois vinhos orgânicos brasileiros, bem como descrever a percepção e o comportamento de consumo dos clientes. O método etnográfico utilizado permitiu uma descrição rica sobre o fenômeno e elucidou algumas questões técnico-comerciais acerca do assunto. Vinho orgânico, ainda que seja novidade no mercado, tem um longo caminho ainda a ser percorrido. A educação dos clientes e a maior conscientização e percepção sobre seus benefícios em relação ao vinho convencional são apenas alguns dos desafios. Outro é sobre qual tipo de vinho produzir, pois dentro do nicho de mercado vinho orgânico há vários subnichos ou nichos mais específicos, como o de vinhos finos e o de mesa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cultura Agronômica

Cultura Agronômica
Ilha Solteira - SP
E-ISSN 2446-8355
E-mail: rca@agr.feis.unesp.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional