DOSES E FORMAS DE APLICAÇÃO DE BIOESTIMULANTE NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE MARACUJAZEIRO

Janaine Myrna Rodrigues Reis, Jaqueline Fátima Rodrigues, Marcelo de Almeida Reis

Resumo


O uso de bioestimulantes é uma das maneiras de
se buscar mudas de qualidade e em menor tempo. Com o objetivo de avaliar a ação
de bioestimulante na formação de mudas de maracujazeiro sob diferentes formas
de aplicação, o experimento foi conduzido na cidade de Patos de Minas-MG, no
período de abril a junho, em estufa, trabalhando-se com sementes de
maracujazeiro amarelo em saquinhos de polietileno de 10 cm de largura e 17 cm
de altura. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado
com sete tratamentos, três repetições e oito saquinhos de polietileno por
parcela contendo uma muda cada. Os tratamentos foram a aplicação de três doses
(10, 15, 20 mL Kg-1) via semente e três doses (100, 125, 150 mL L-1)
via foliar do bioestimulante Stimulate®, além da testemunha. Aos 60
dias após a emergência avaliou-se a altura das mudas (AM), massa da matéria
seca das raízes (MSR) e da parte aérea (MSPA) de quatro mudas de cada
tratamento. As quatro mudas restantes foram conduzidas até atingirem 25 cm de
altura, variável chamada de número de dias para ir a campo (DC). Os dados foram
submetidos a análise de variância e comparados pelo teste de Tukey, a 5% de
probabilidade. Os tratamentos não influenciaram significativamente as variáveis
AM, MSR e MSPA. A aplicação do bioestimulante Stimulate® via foliar
se mostrou eficiente na variável número de dias para ir a campo, independente
da dose aplicada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Cultura Agronômica: Revista de Ciências Agronômicas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Cultura Agronômica
Ilha Solteira - SP
E-ISSN 2446-8355
E-mail: rca.feis@unesp.br
    
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.