ADUBAÇÃO FOSFATADA EM VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR CULTIVADAS EM AMBIENTE RESTRITIVO DE CERRADO

Marina Munhoz Rosato Ferreira, Antonio Cesar Bolonhezi, Edson Belisário Teixeira, Cleiton José Queiróz

Resumo


Com o objetivo de avaliar o desempenho de
variedades de cana-de-açúcar a quatro doses de fósforo, aplicados no sulco de
plantio, em solo da região de cerrado e em ambiente de produção D, foi
realizado experimento, safra 2014/15, na Fazenda São José, localizada no
município de Aparecida do Taboado (MS). Adotou-se delineamento em blocos
casualizados com 16 tratamentos dispostos em esquema fatorial 4x4 e quatro
repetições. Os tratamentos foram constituídos pela combinação de variedades de cana-de-açúcar (CTC 1, CTC 9001, RB835054 e
RB965902) e doses de fósforo (0, 150, 300 e 450 kgha-1 de
P2O5), utilizando como fonte o superfosfato triplo,
aplicado no sulco de plantio da cana planta. As parcelas foram constituídas de
cinco linhas de cana-de-açúcar espaçadas de 1,5 m por 10,0 m de comprimento.
Foram avaliados o número de perfilhos por metro aos 27, 61, 119, 181 e 265 DAP
(dias após plantio), índice de área foliar aos 207 e 362 DAP, teores de
nutrientes foliares, características biométricas, produtividade de colmos e
agroindustrial e análises tecnológicas. A variedade RB965902 apresentou os
menores valores das características que compõem a qualidade da matéria-prima.
As doses de fósforo aplicadas no sulco de plantio da cana-de-açúcar,
proporcionam aumento linear no índice de área foliar, nos teores foliares de N,
P e Mg, porém não influenciam as características agronômicas, produtividade de
colmos e agroindustrial e qualidade tecnológica. Ocorre influencia da interação
variedades x doses de P no teor de P e Mg foliar e Pol%caldo e Pol%cana (PC).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cultura Agronômica

Cultura Agronômica
Ilha Solteira - SP
E-ISSN 2446-8355
E-mail: rca.feis@unesp.br
    
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.