DISTRIBUIÇÃO NATURAL DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM ÁREAS COM DIFERENTES NÍVEIS DE ANTROPIZAÇÃO. ATRIBUTOS FÍSICOS DO SOLO

Hemerson Fernandes Calgaro, José Cambuim, Alexandre Marques da Silva, Marlene Cristina Alves, Salatiér Buzetti, Marcela Aparecida de Moraes, Sérgio Luís de Carvalho, Luiz Paulo Montenegro de Miranda, Mario Luiz Teixeira de Moraes

Resumo


Com o surgimento de áreas degradadas, os
atributos físicos do solo e os caracteres silviculturais, passaram a ter
importância quanto ao entendimento do processo sucessional das espécies
arbóreas e no planejamento da recomposição. Objetivou-se avaliar a distribuição
natural de espécies arbóreas em áreas com diferentes níveis de antropização,
relacionando-os aos atributos físicos do solo. O projeto foi conduzido no
município de Selvíria - MS. Foram demarcadas 64 parcelas, onde coletaram-se
amostras de solo em quatro profundidades para análise física do solo e
avaliaram-se os caracteres silviculturais, como altura, diâmetro a altura do
peito (DAP) e forma. Verificaram-se diferenças na ocupação florestal,
diversidade de espécies e desenvolvimento dos indivíduos arbóreos, em função do
nível de antropização, estado de conservação das áreas e dos atributos físicos
do solo. Quanto mais isolada a área, maior a ocupação florestal, haja vista a
área pouco antropizada (APA revegetada) e a Reserva legal, que apresentaram
valores de número de indivíduos e número de espécies por parcela, superiores às
demais áreas. A mata ciliar apresenta valores de área basal, altura e forma,
superiores às demais áreas, entretanto, os valores de macroporosidade do solo
foram inferiores, quando comparados às demais áreas. Em função da presença de
vegetação e das condições dos atributos físicos do solo, nas diversas áreas
estudadas, seis espécies arbóreas têm potencial para um programa de conservação
genética in situ: Astronium fraxinifolium,
Terminalia argentea, Curatella americana, Cupania vernalis, Qualea jundiahy e Andira
cuyabensis
. Entre as espécies, a C.
americana
pode ser considerada como espécie nucleadora.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Cultura Agronômica: Revista de Ciências Agronômicas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Cultura Agronômica
Ilha Solteira - SP
E-ISSN 2446-8355
E-mail: rca.feis@unesp.br
    
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.