DISPONIBILIDADE DE FÓSFORO COM APLICAÇÃO DE CAMA DE POEDEIRA EM UM LATOSSOLO

Thais Ramos da Silva, June Faria Scherrer Menezes, Gustavo André Simon, Renato Lara de Assis

Resumo


Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito de doses (2; 4; 8; 12 e 16 Mg ha-1) épocas de incubação (0; 7; 15 e 30 dias antes da semeadura) na disponibilidade de P no solo e nas plantas de milho. O delineamento estatístico utilizado foi um fatorial (5 x 4 + 1), sendo o adicional um tratamento mineral, em blocos casualizados. Amostras de solo foram coletadas das parcelas antes da semeadura e aos 45 dias após a semeadura do milho para a determinação dos
teores de P no solo. Amostras de folhas e colmos das plantas foram moídas e determinaram-se os teores de P nos extratos da digestão. Com a maior dose de cama de poedeira, 16 Mg ha-1 e 7 dias de incubação de cama de poedeira, foram obtidos os maiores teores de P no solo antes da semeadura. Os teores máximos de P no solo 45 dias após a semeadura foram obtidos quando a cama de poedeira não foi incubada, 0 dias, com a dose de 10,72 Mg ha-1. Os teores máximos de P nas folhas e colmos foram aos 7 dias de incubação com a dose de 8 Mg ha-1. A dose de 8 Mg ha-1, com 0 e 7 dias de incubação apresenta teores de P no solo
antes e 45 dias após a semeadura suficientes para suprir as necessidades das plantas de milho em P.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Cultura Agronômica: Revista de Ciências Agronômicas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Cultura Agronômica
Ilha Solteira - SP
E-ISSN 2446-8355
E-mail: rca.feis@unesp.br
    
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.