A EXPANSÃO DA CULTURA DA CANA-DE-AÇÚCAR E QUESTÕES AMBIENTAIS NA REGIONAL DE ARAÇATUBA-SP

Willian Benez Fernandes, Maria Aparecida Anselmo Tarsitano, Natalia Barbosa Zanon, Henrique Daniel, Antonio Lázaro Sant'Ana

Resumo


Este
trabalho teve como objetivo avaliar a expansão da cultura da cana-de-açúcar e
resgatar a percepção do produtor em relação à questões ambientais na Regional
de Araçatuba, localizada a oeste do Estado de São Paulo. A metodologia foi
realizada a partir de entrevistas gravadas e da elaboração de questionários
aplicados em 2008/09. Na regional de Araçatuba a produção de cana-de-açúcar
cresceu 181% nos últimos oito anos, o dobro do crescimento verificado no Estado
de São Paulo para o mesmo período que foi de 94%. Este avanço se deu em áreas
anteriormente ocupadas com pastagens (60%), áreas com grãos (30%) e 10% em
áreas com grãos e algodão. Com relação ao meio ambiente a grande maioria dos
entrevistados relatou possuir um ou mais tipos de áreas destinadas à
preservação ambiental, sendo que 80% das propriedades possuíam APP (área de
preservação permanente), 60% possuíam mata ciliar e apenas 40% possuíam reserva
legal. Os fornecedores de cana-de-açúcar demonstraram preocupação com as
questões ambientais, principalmente no que diz respeito ao atendimento à
legislação em vigor.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cultura Agronômica

Cultura Agronômica
Ilha Solteira - SP
E-ISSN 2446-8355
E-mail: rca.feis@unesp.br
    
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.